• Dossier de Imprensa

    Dossier de Imprensa

    Press info

    Inicio

Dossier de Imprensa

Os Monte Lunai são um grupo de sonoridade ímpar tocando músicas do mundo de inspiração tradicional.

Têm percorrido o país e participado em variados eventos, e a resposta tem sido muitíssimo positiva. Trata-se de um projecto muito interessante e original, que assenta na música tradicional europeia (world music), cujo objectivo é também fazer com que o público participe nas danças que vão sendo demonstradas ao longo do espectáculo. O resultado é invariavelmente o mesmo e resulta na participação massiva dos espectadores, desde os mais júniores ao mais séniores.

Vivem para o palco e para o baile. O grupo conta com largos quilómetros de estrada em actuações de sucesso que primam pela participação do público, quer pelo entusiasmo, quer pela dança. Uma professora de danças tradicionais promove a ligação entre o público e o grupo animando e exemplificando as respectivas danças. Todos vão querer dançar!

Sem baile e numa versão mais intimista, os Monte Lunai apresentam também um espectáculo de auditório onde as músicas do mundo tornam-se o enfoque e a audiência saboreia novos arranjos musicais.

Monte Lunai lançaram em 2009 o álbum “In Temporal” que se caracterizou pelo forte acolhimento por parte do público e dos media. É um disco feito por músicos muito diferentes, pegando em tradições de diversos países, transformando-as em sonoridades actuais e muito próprias. Garantidamente um disco para fazer dançar mesmo os que têm dois pés esquerdos.

  • Monte Lunai Promo

  • Hassapiko Nostálgico - Monte Lunai

  • Jo Jon - Lançamento CD InTemporal

  • Jornal da Noite - SIC - Monte Lunai

  • Monte Lunai 2009-2013 em Fotografia

  • Monte Lunai Promo
  • Hassapiko Nostálgico - Monte Lunai
  • Jo Jon - Lançamento CD InTemporal
  • Jornal da Noite - SIC - Monte Lunai
  • Monte Lunai 2009-2013 em Fotografia

 

Música

  • Schneewindpolka

    Chappelloise, originária da Suécia, com o nome "marcha alemã" trazida nos anos 30 até à França. Faz parte da família dos mixers, estamos sempre a trocar de par.
  • Passo Dobrado


    Faz parte do repertório da música tradicional portuguesa da zona de Coimbra. É encontrado especialmente nas modas mais antigas para gaita de foles e habitual dos ambientes festivos. Foi inspirada nas versões dos gaiteiros Flamínio Almeida de Casal da Misarela e Joaquim Torres de Póvoa da Lomba, Cantanhede.
  • Hassapiko Nostálgico

    Música tradicional grega, onde se sentem algumas aproximações à música de raiz latina, comum aos países mediterrâneos. Esta aproximação sente-se sobretudo nos padrões rítmicos mas também no carácter da melodia. É das poucas danças gregas que aparentemente se dança de olhos no chão. Era considerada uma dança mais pessoal, dançada apenas entre amigos... ou não.
  • Jon Jon

    Originária da região de Spitak na Arménia, é uma dança muito enérgica, sendo apenas dançada por homens que mostravam as suas habilidades atléticas.
  • Hanter Dro


    Originária da região de Spitak na Arménia, é uma dança muito enérgica, sendo apenas dançada por homens que mostravam as suas habilidades atléticas.
  • Ponte de Sampaio

    A Ponte de Sampaio é uma de entre muitas Muiñeiras; género musical e dança característicos da Galiza. A origem da Muiñeira acredita-se que esteja relacionada com os moinhos de trigo e milho. São danças rápidas e ritmadas. Particularmente a Ponte de Sampaio ganhou este nome devido a uma batalha com o mesmo nome, decisiva na guerra da independência espanhola, onde se crê que esta Muiñeira terá sido tocada.
  • Joc Batresnesc

    Joc Batrenesc din Niculitel é uma música da Roménia, da região de Niculitel onde era dançada. O nome, pelo que conseguimos perceber, poderá significar dança antiga ou jogo velho. A esclarecer numa próxima viagem pela Roménia...
  • Kolo

    Círculo Circassiano é uma dança que se acredita ser originária da Irlanda ou ilhas britânicas, da família das contradanças do século XV. ou XVI. É das mais dançadas e conhecidas por todo o mundo. Fácil de dançar, promove a animação e descontracção.
  • Zurca

    Tendo sido inicialmente de grupo, hoje a Mazurca é uma dança de pares tradicional da Polónia, proveniente da região da Masuria e que remonta ao séc. XVI. Dança de pares, foi originalmente dança de salão, mais artística que se converteu em dança popular espalhando-se pela Europa. É uma dança elegante, que exprime sentimentos como suavidade e ternura.
  • Kolomeyka (Коломийка)

    Dança tradicional dos montes Karpatos na Ucrânia, da cidade Kolomeia, a Kolomeyka tradicionalmente cantada em verso com texto de carácter satírico. Caracteriza-se sobretudo pelo ritmo de marcação irregular e pela dança em fila mista, mas também pela sua potencialidade harmónica e rítmica nos jogos de instrumentos.
  • Sete Saltos

    Faz parte do repertório do País basco em que a dança resulta de um encadeamento de passos e mudanças de direcção que obrigam a um ouvido atento à indicação dos passos erdizka (a la etan - quando se repete 4 x), jauzi e dobla.

 

DISCOGRAFIA

  • In Temporal

    In Temporal

    Há quem lhe chame Celta, há quem lhe chame World, há quem lhe chame Folk. Esta música é simplesmente Monte Lunai. Numa altura em que o projecto europeu se desfaz aos poucos, e que os odiosos egoísmos nacionais se erguem de novo, é bom ouvir In Temporal, um álbum que celebra a riqueza e diversidade da velha Europa. Dada a singularidade dos Monte Lunai no panorama da World Music nacional, nomeadamente pela renovação do repertório das canções tradicionais europeias tocadas nos bailes pós-materialistas, é natural que o público os receba com entusiasmo.

    Comprar no itunes

  • Maquete

    Maquete

    Os Monte Lunai tocam temas de dança tradicional já famosos por toda a Europa e têm procurado apresentar também danças e temas ainda pouco divulgados. Nesta perspectiva, pretende enriquecer constantemente o repertório e tornar as danças tradicionais europeias cada vez mais próximas de um público participativo e cada vez mais numeroso, como se pode ver pelos festivais locais de música tradicional pelo país fora.
  • 10 Andanças

    10 Andanças

    A pretexto dos 10 anos de Festival Internacional de Danças Populares, a organização PedeXumbo convidou vários grupos de música para participar numa colectânea de música tradicional representativa do que foram 10 anos de festival. Os Monte Lunai colaboraram com o tema Kolomeika, representando uma dança tradicional ucraniana.
  • DANZAS SIN FRONTEIRAS

    DANZAS SIN FRONTEIRAS

    Os Monte Lunai foram convidados a participar com dois temas (Kolomeika e Muiñeira Corrida) na colectânea de músicas do mundo. O CD produzido é alusivo ao 3º Festival Internacional de Danzas del Mundo – Danzas sin Fronteras, um encontro multicultural de danças e músicas do mundo.
  • In Temporal
  • Maquete
  • 10 Andanças
  • DANZAS SIN FRONTEIRAS

 

Fotografias (em alta)

MonteLunai2009_02
20110707_Monte Lunai_Lisboa_290
ML Amadora-108
MonteLunai2009_01
ML Amadora-289

 

EM TOUR

QUEM É QUEM

MIGUEL BARRIGA

MIGUEL BARRIGA

FLAUTAS, GAITAS DE FOLES, CLARINETE POPULAR, DIDGERIDOO, RAUSCHPFEIFEN
DENYS STETSENKO

DENYS STETSENKO

VIOLINO, VOZ
JORGE ANACLETO

JORGE ANACLETO

GUITARRA, VOZ
PEDRO TEIXEIRA

PEDRO TEIXEIRA

CONTRABAIXO, BAIXO, VOZ
TIAGO OLIVEIRA

TIAGO OLIVEIRA

BATERIA, GUITARRA
PATRICIA VIEIRA

PATRICIA VIEIRA

MONITORA DE DANÇAS

DEIXE MENSAGEM

Adorei!! Diverti-me imenso. Obrigada por este momento! Virei fã :)

Dina Dina 11. julho, 2016 |

Só falta lançarem mais uns álbuns e depois....fazerem mais concertos!

João João 14. outubro, 2015 |

Não conhecia este Monte, mas adorei!!!!!!!!!

Cati Cati 13. outubro, 2015 |

VAMOS FALANDO

Monte Lunai ao vivo. Saiba quando e onde!

* indicates required